sábado, 21 de janeiro de 2012

Novo Regulamento e actualização de Quotizações


1. As quotas são anuais e referem-se a um ano civil (1 de Janeiro a 31 de Dezembro).

2. No ano de 2012 o valor da quotização será normalizado entre todos os associados para 6 euros/ano. Em 2013 mediante aprovação em Assembleia Geral este valor passará para 12 euros/ano.

3. No caso de inscrição de um novo associado, as quotas pagas no acto de inscrição após 1 de Outubro desse ano abrangem o ano civil seguinte.

4. A partir de 01 de Fevereiro de 2012 nas novas inscrições passará a vigorar o valor da jóia de inscrição de 1 euro relativo ás despesas administrativas associadas. 

5. Os membros utentes do centro comunitário "o Barreira" que não procedam ao pagamento da quota anual até 31 de Janeiro do respectivo ano serão notificados, pela Direcção, sobre a eventual cessação da qualidade de membro caso a situação não seja regularizada nos 15 dias subsequentes ao primeiro aviso dado.


6. Todos os restantes associados devem efectuar o pagamento da quota anual até 31 de Março do respectivo ano. Nos casos em que a primeira vinda à sede seja depois desta data o referido pagamento deverá ser efectuado nos 15 dias subsequentes.

(Aprovado na reunião da Assembleia Geral de 9 de Junho de 2011)

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Tomada de posse


A tomada de posse dos órgãos sociais da União Artística Vilarealense (Socorros Mútuos) para o triénio 2012-2015 decorreu no passado sábado dia 8 de Janeiro, com o presidente António Silva a dar início ao seu mandato.

Após a formalidade do ato de posse, António Silva, que liderava a única lista candidata, dirigiu-se aos presentes salientando o importante papel de cada associado no plano que se pretende implementar de reforma da estrutura e valências da União Artística Vilarealense.

Como prioridades, o recém-empossado presidente destacou como máxima prioridade a satisfação dos utentes  do centro de convívio. Focado na realidade da União Artística Vilarealense, destacou ainda a importância da instituição e a dinâmica por esta criada, seja na área desportiva, cultural ou de apoio social. 

Há um longo caminho a percorrer e as próprias dificuldades inerentes à crise financeira que atravessamos deixam antever um importante contributo da União Artística Vilarealense nas suas valências sociais a implementar.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Plano de Ação 2012


1 - INTRODUÇÃO

O plano de ação para 2012 coincide com o primeiro ano de mandato da direção, eleita para o triénio 2012-2014.
Nesta medida, o plano proposto incide em duas ideias mestras; continuar a garantir o equilíbrio financeiro nas atividades já em vigor, e terminar a revisão estatutária de forma a esclarecer algum do articulado já existente e por outro lado, abrir portas a uma nova dinâmica, a par da melhoria dos benefícios a proporcionar aos associados.
Obviamente que o enquadramento financeiro de suporte das diferentes atividades pretende-se autossustentável, seja pela própria atividade em si, seja por apoios diretos (convénios) à concretização das mesmas.
A terminar, teremos ainda que ter em conta todo o apoio direto ou indireto concedido pela Câmara Municipal, que se revela, desde sempre, importante para a prossecução dos intentos da União Artística Vilarealense.
O ano de 2012 ficará, por isso, marcado pelas consequências decorrentes em função das alterações nos Estatutos e no Regulamento de Benefícios a adotar. O processo de registo está a ser orientado pela serviços centrais da Direcção-Geral da Segurança Social (DGSS), sendo expectável que o processo seja célere na medida em que as alterações a efetuar no projeto anteriormente elaborado e que mereceu parecer favorável da DGSS, visa, no essencial, tornar mais claro o projeto de alteração submetido a apreciação e votação. 
O objetivo deste Plano de Atividades é descrever as atividades que a União Artística Vilarealense se propõe a desenvolver durante o ano de 2012, tendo em conta os serviços que presta e as atividades que perspetiva para o ano de 2012.

2 - MEDIDAS DE AÇÃO

Quotização 2018

O pagamento da quotização é um dever estatutário dos associados, tendo sido definido o seu valor em Assembleia Geral para o corrente ano em...